MUSICOTERAPIA NO ANTIGO EGITO

A musicoterapia remonta aos mais antigos tempos!
Através do documento chamado papiro Kahun,
do ano de 1800 a.c. do final da xll dinastia,
vemos que os antigos egípcios tratavam suas doenças
com o auxílio da musicoterapia.
Este papiro tem revelações médicas
e é um dos primeiros documentos escritos
que falam sobre a influência da música sobre o corpo humano.
O papiro kahun foi achado por Flinders Petrie
e é uma série de papiros com vários temas e descreve
a utilização da música e seus efeitos biológicos e psicológicos no ser humano.
A música fala de suas emoções e age dentro de seus limites sensoriais.
A música é parte integrante da vida do indivíduo e veículo universal de suas emoções.
Guti Fraga