Guti Fraga

Conversar com esta artista plástica e terapeuta holística é mergulhar num universo de cores, formas e imaginação. Convidada a falar sobre sua trajetória de vida, ela nos conduziu por um caminho apaixonante.

Apresentou em detalhes cada cantinho do seu Centro Cultural Espaço da Criatividade, local em Porto Alegre onde desenvolve com amor a sua missão: facilitar a expansão individual e resgatar a conexão de cada um com a grande mente criadora, utilizando técnicas artísticas. O atelier onde conversamos, parece o local ideal para esta transformação. As paredes decoradas expõem o trabalho de seus alunos, nas prateleiras, muitos livros de arte e terapias vibracionais e uma grande mesa compõem o cenário onde a criatividade se materializa diariamente.

Capricorniana, essa gaúcha nascida em Garibaldi/RS é artista desde sempre, afinal, aos cinco anos ela começou a desenhar. A família logo reconheceu nela uma artista e deu todo estímulo necessário, abastecendo a menina de lápis de cor e incentivando suas criações.

Com 10 anos Guti já tinha montado sua primeira coleção: 15 trabalhos em guache sobre madeira com motivos de paisagens, inspirada nos morros do bairro Vila Nova, onde morava.

Nunca abandonou a arte, mas trilhou também outros caminhos. Formou-se em História e especializou-se no conhecimento do passado, dedicando-se a pesquisa sobre as antigas civilizações, estudando formas de expressões plásticas, documentários, símbolos e a história da origem da humanidade. Escreveu dois manuscritos, a História do Rio Grande do Sul e a História Pré-Colombiana. Casou, teve dois filhos e passou a lecionar.

Porém, seu lado artista falou mais alto. Em meados de 1990 iniciou seus irmãos Vitor e Regina nas artes plásticas e, juntos, passaram a trabalhar com decoração de ambientes e restauração de peças antigas, planejando e executando quadros e painéis. Em 1995 abriram seu atelier ao público e fizeram sua primeira grande exposição, que foi um sucesso. De lá pra cá, muitas outras vieram: casa de Cultura Mário Quintana, Fiergs, Banrisul, Semana Aquariana na AABB e diversas galerias de arte.

Dedicou-se, também, ao estudo de diversas terapias holísticas. É mestre em Reiki e numeróloga, dentre outras tantas especializações na área da cura e este contato com a espiritualidade a inspirou a pintar mandalas. Trabalhou por muitos anos com atendimento individual com terapia holística.

Orientou um grupo de facilitadores na expansão da criatividade, que resgata a conexão do indivíduo com a grande mente criadora e, a partir desta iniciativa, foi motivada a criar a Oficina da Criatividade. Nesta oficina, a ideia é incentivar o potencial criativo de cada um, através de técnicas de desbloqueio, que englobam arte-terapia, ritos ancestrais, musicoterapia e danças circulares, música psicoacústica, meditação transcendental, nutrição e vivências.

Hoje ela se dedica inteiramente ao trabalho de facilitadora no Centro Cultural Espaço da Criatividade, no bairro Menino Deus, em Porto Alegre, onde reúne todo seu conhecimento e experiência desenvolvendo o que denomina Despertar da Consciência Cósmica. No espaço idealizado pela artista, vincula o estudo da sabedoria antiga, os métodos de expansão de consciência e mudança de vibração com técnicas artísticas. Trabalha com conceito de espiritualidade desvinculada de religião, transmitindo desta forma uma visão ética e humanizada do ser.

Artista Plástica
Historiadora
Professora de História e Estudos Sociais
Mestra de Reiki e Terapeuta Holística
Pesquisadora dos Povos Antigos
Idealizadora e Diretora do Espaço da Criatividade Projeto que vincula HISTÓRIA - ARTE - CIÊNCIA